Como Dormir Bem

Cortisol o hormônio do stress e da insônia

Os hormônios do corpo humano funcionam como gerentes, visto que coordenam o crescimento, a reparação e a manutenção de nossas células, tecidos, órgãos e sistemas. Quando os níveis naturais são restabelecidos, nosso corpo responde com saúde.

O sono, por exemplo, é uma atividade regulada por uma série de neurotransmissores e hormônios os quais atuam juntos para garantir que o processo não seja gravemente prejudicado por fatores ambientais. Um deles é a melatonina. Além de ser responsável pela regulação do tempo de repouso, ela garante benefícios para a pele e para o corpo, atuando em conjunto com outras substâncias, como o cortisol.

Conhecido como o hormônio do estresse, ao longo do dia, o organismo humano funciona com apoio dele para sobreviver. À noite, durante o sono, é a melatonina que predomina, sendo responsável pelo rejuvenescimento e tendo ação antioxidante. Para que você saiba mais sobre o assunto, elaboramos um guia completo acerca da relação entre essas duas substâncias. Boa leitura!

Como o equilíbrio hormonal influencia na qualidade de vida?

Os hormônios são substâncias químicas fundamentais para o controle e o bom funcionamento das atividades do organismo. Cada um deles apresenta um efeito específico que regula as diversas funções do corpo humano, como crescimento, vida sexual, sono, humor etc.

O sistema endócrino é o responsável pela produção dos hormônios secretados no sangue. Em resumo, eles atravessam o corpo em direção às células-alvo, aquelas nas quais vão agir, e, por meio de receptores, ligam-se a elas e iniciam suas funções de inibir ou estimular funções metabólicas.

Todos os processos reguladores acelerados a partir dos hormônios acontecem de maneira tão natural e silenciosa que só se tornam perceptíveis em caso de disfunções, por isso a importância da manutenção do equilíbrio hormonal — e isso significa mais do que apenas ter hormônios em dosagens corretas, visto que muitos fatores do estilo de vida, desde os exercícios físicos até o padrão do sono e do estresse, podem afetar os níveis dessas substâncias.

Mudanças no comportamento, alterações no humor, fadiga, estresse, falta de desejo sexual, apetite e problemas com o sono são algumas das reações provocadas pelas oscilações hormonais. Os estados de deficiência ou excesso podem provocar doenças, acarretando até mesmo a morte.

Um hormônio que pode provocar significativas mudanças no comportamento devido ao desequilíbrio é o cortisol. Sua função básica é preparar o corpo para condições de exaustão, tanto emocional quanto físico. Quando em excesso, pode gerar euforia. No entanto, o organismo consegue mantê-lo regulado, sobretudo com a ação da melatonina no final do dia..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *